Menu

No segundo trimestre, os marcadores ultrassonográficos são pesquisados durante o exame morfológico que é habitualmente realizado entre 18 e 24 semanas.
No exame morfológico, a anatomia fetal também é examinada em detalhes, para afastar a presença de malformações estruturais fetais. Nos casos em que é identificada a presença de um marcador sutil ou até de uma malformação fetal, é fundamental uma avaliação morfológica fetal detalhada e especializada em busca de outros sinais associados. A avaliação ecocardiográfica fetal, nestes casos, também deve ser realizada devido a freqüente associação entre malformações cardíacas e as aneuploidias fetais.

De acordo com o tipo e número de marcadores ou malformações fetais encontrados, o risco de aneuploidias é devidamente recalculado, levando-se em consideração todos os exames de rastreamento previamente realizados e a opção de pesquisa do cariótipo fetal é rediscutida com os casais. Quanto maior o número de achados associados, maiores as chances de alteração cromossômica fetal.

Nos casos em que o exame morfológico não revela presença de qualquer marcador ou alteração anatômica fetal, o risco de aneuploidias fetais é menor.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Miomas Intramurais

Miomas Intramurais

Os miomas intramurais são uma espécie de tumor benigno que se instalam e crescem nas paredes internas do útero. Na maioria dos casos não apresentam

Sinéquias Uterinas

Sinéquias Uterinas

A decisão de ter um filho é muito importante, porém muitas vezes surgem empecilhos na realização desse sonho e alguns casais enfrentam dificuldades para engravidar.

Casais homoafetivos podem ter filhos?

Casais homoafetivos podem ter filhos?

Os casais homoafetivos cada vez mais têm seus direitos assegurados, fruto de muito trabalho e luta da comunidade LGBT. As dificuldades em terem seus relacionamentos

O que é Inseminação Artificial?

O que é Inseminação Artificial?

O que é? Inseminação Artificial (IA), também conhecida pelo nome de Inseminação Intrauterina (IIU), consiste em colocar uma amostra de sêmen processada em laboratório no