Tome água. Água em todos os lugares!

Dr. Flávio Garcia de Oliveira

A água é vital para todas as criaturas vivas, Mas quando você está grávida, é particularmente essencial.

Benefícios da boa hidratação:

● Desidratação pode desencadear contrações uterinas, que podem levar ao parto prematuro. As alterações hormonais da gravidez tornam você mais suscetível às infecções urinárias, que por sua vez também podem provocar o parto prematuro. Beber muita água evita esse tipo de complicação.
● Durante a gravidez seu metabolismo aumenta. No primeiro trimestre, antes de o volume de sangue aumentar, uma adequada ingestão de líquidos ajuda a dissipar um pouco do calor adicional gerado pelo metabolismo acelerado.
● Os hormônios da gravidez podem deixar você constipada. Beber água regulariza o funcionamento de seu intestino.

● Estar hidratada reduz a suscetibilidade a dor de cabeça, pele seca e outros problemas dermatológicos, como as estrias.

Quanto você deve beber?

● O objetivo é ingerir pelo menos doze copos americanos de água ao dia. Embora beber tanta água todos os dias pareça uma tarefa desafiadora, com esforço isso poderá ser incorporado ao dia-a-dia, assim como outros hábitos que você tenha adquirido.
Entenda que essa prescrição de líquidos significa água na sua grande maioria. Outras bebidas, se consumidas em excesso, têm desvantagens:
● Leite é pobre em ferro, e se tomado em excesso pode diminuir seu apetite por alimentos ricos em ferro, tais como bife e carne de porco. O leite é importante fonte de cálcio e proteínas, mas não exagere na dose (no máximo dois a três copos).
● Sucos de frutas causam subidas e descidas dos seus níveis de açúcar sanguíneos. Limite-os a não mais que três copos ao dia.
● Sodas, colas e bebidas carbonatadas podem deixar seu estômago desconfortável, sobrando pouco espaço para outros alimentos.
● Café e muitos tipos de chá contêm cafeína, que podem levar a níveis instáveis de açúcar no sangue, além de causar irritabilidade, nervosismo e fadiga. Também atuam como diuréticos e podem contribuir para a desidratação, que por sua vez provoca contrações. Além disso, a cafeína pode atrapalhar a absorção de minerais, particularmente o cálcio. O melhor é limitar café e chá a não mais que duas xícaras ao dia.
● Sendo assim, torne-se uma viciada em água. Você vai desenvolver brevemente um gosto que nunca teve por ela.
●Outra razão? Conservar o hábito de beber água após o parto vai ajudar você a voltar ao normal mais rápido, além de favorecer a produção de leite.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

Causas menos conhecidas da infertilidade

Causas menos conhecidas da infertilidade

Conheça algumas causas menos conhecidas da infertilidade feminina e masculina Quando a infertilidade ocorre, hipóteses sobre as possíveis causas são levantadas pelos médicos para, em

Exercícios Físicos Seguros para Gestantes

Exercícios físicos para gestantes

Algumas dicas sobre exercícios físicos seguros para gestantes Uma rotina equilibrada de exercícios físicos durante a gestação auxilia na prevenção de diabetes e pré-eclâmpsia, além