SOP – A Síndrome dos Ovários Policísticos

Você conhece a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)?

Quais são os sintomas? Qual é o tratamento?

A SOP é caracterizada por vários sinais e sintomas aparentemente não relacionados.

São eles:
1. Menstruações irregulares ou ausentes
2. Falta de ovulação
3. Ganho de peso
4. Acne
5. Excesso de pelos faciais
6. Infertilidade
7. Alterações hormonais – aumento dos androgênios (hormônios masculinos) e alterações da insulina.

Ainda mais grave é que as mulheres com SOP podem ter maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e câncer de endométrio, especialmente se a SOP é deixada sem tratamento.

É surpreendente que a maioria das mulheres com SOP não sabe a doença que tem. Em apenas 25% dos casos há um diagnóstico correto. Muitas vezes as pacientes só têm esse diagnóstico feito quando enfrentam a dificuldade de engravidar.

Como é feito o diagnóstico?

Além dos sinais e sintomas acima descritos, o diagnóstico de SOP é feito mediante dosagens hormonais no sangue (LH – hormônio luteinizante, FSH – hormônio foliculestimulante, Testosterona, DHEA-S (sulfato de deidroepiandrosterona) e insulina.
É preciso dizer todos os sinais e sintomas ao médico, mesmo que você ache que eles não estão relacionados. Um exame de ultrassom transvaginal também deve ser feito para avaliar os ovários, que são característicos nessa doença.

Essa doença tem cura?

Não há cura para a SOP. Entretanto, ela pode ser muito bem conduzida com alguns tratamentos.

Quais são os tipos de tratamento?


Há vários tipos de tratamento que podem aliviar os sintomas e resolver inclusive a infertilidade. O tratamento mais comum é aquele em que os médicos utilizam os indutores da ovulação, especialmente nos casos em que as pacientes desejam engravidar. Há outros tipos de medicação que controlam a produção de insulina e o metabolismo do açúcar. Essas são utilizadas, em geral, nos casos de pacientes com excesso de peso. Os medicamentos sensibilizadores da insulina, isoladamente ou em conjunto com o citrato de clomifeno e outros indutores da ovulação injetáveis (gonadotrofinas) resolvem com grande freqüência o problema da falta de ovulação, permitindo que muitas pacientes com SOP engravidem.
É curioso que algumas pacientes com SOP engravidam sem qualquer tratamento. Entretanto, a maioria delas requer algum tipo de terapêutica para engravidar. Das que precisam se tratar, metade vai necessitar um tratamento de mais alta complexidade como a FIV (fertilização in vitro).
Na verdade, a chave do sucesso no tratamento da SOP é a aquisição contínua de novos conhecimentos. Cada vez mais e mais pesquisas são realizadas e novas descobertas vão se adicionando ao repertório de conhecimento dos médicos e dos próprios pacientes acometidos. Em breve a cura estará definida. Enquanto isso não acontece, não desista de tentar engravidar. Continue seu tratamento e confie nas orientações de seu médico.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

As Fases do Leite Materno

As Fases do Leite Materno

Neste artigo você pode compreender melhor as fases do leite materno A maioria das pessoas sabe dos múltiplos benefícios da amamentação, que incluem o estímulo

O Maravilhoso Clitóris

O Maravilhoso Clitóris

Conheça nesse artigo as possibilidades e vantagens de explorar o clitóris. As mulheres possuem em seu corpo o único órgão feito exclusivamente para o prazer.

Gravidez após os 40 anos

Gravidez após os 40 anos

Conheça mais sobre os detalhes da gravidez depois dos 40 anos Nas últimas décadas o papel da mulher na sociedade mudou de maneira considerável. Os