Menu

Reversão de Vasectomia

Dr. Flávio Garcia de Oliveira

Ao optar por um método contraceptivo definitivo, a maioria dos casais acaba optando pela vasectomia, que é uma cirurgia feita no homem, que interrompe a passagem do espermatozoide do saco escrotal para o líquido ejaculado.

A grande questão é que muitas vezes o homem se casa novamente e sonha em ter um filho com a nova parceira. Nestes casos, há a possibilidade de se fazer uma reversão da vasectomia ou partir para uma técnica chamada “PESA”, que consiste na aspiração do espermatozoide a partir do epidídimo para então possibilitar a Fertilização In Vitro (FIV).

A chance de gravidez após a reversão da vasectomia é semelhante e talvez um pouco mais baixa do que a chance de gravidez fazendo a FIV. Apesar de microscópica, a reversão envolve anestesia e cerca de 2 horas de cirurgia, enquanto para fazer a FIV é necessária uma pequena sedação para aspirar rapidamente os espermatozoides do epidídimo.

“Além da complexidade, homens que fizeram vasectomia há mais de 10 anos têm uma possibilidade de reversão menor do que os que fizeram há menos tempo, explica o ginecologista e obstetra especialista em reprodução humana”, Dr. Flávio Garcia de Oliveira.

Com praticamente o mesmo custo da reversão, a FIV acaba sendo o melhor caminho, uma vez que o casal terá aquele filho e não precisará se preocupar com outro tipo de contraceptivo para evitar gestações futuras.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Novembro Azul

Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da

Tabagismo e Infertilidade

Tabagismo e Infertilidade

Saiba mais sobre a relação entre tabagismo e infertilidade Fumar é um péssimo hábito para a saúde, isso todos sabem. Entretanto, o que muitas pessoas

Cálculo de Ovulação

Técnicas para cálculo de ovulação

Cálculo de ovulação: conheça algumas técnicas para aumentar as chances de engravidar Para a ciência, um casal é considerado infértil quando, depois de um ano