Blood Screen – Rastreamento pré-natal de anomalias fetais

Conheça mais sobre o blood screen, exame de rastreamento pré-natal

As gestantes com mais de 35 anos e aquelas que já tiveram bebês com defeitos cromossômicos têm maior chance de que seu feto apresente alguma anomalia cromossômica. Entretanto, a maioria dos casos de Síndrome de Down ocorre em mulheres jovens e sem fator de risco, por isso é recomendado que todas as gestantes façam exame de Rastreamento Pré-Natal para verificar a saúde do bebê.

A ciência está mesmo cada vez mais avançada. Hoje já existe o Blood Screen, um exame não-invasivo feito no primeiro trimestre da gestação. O procedimento pode detectar anomalias cardiovasculares e pulmonares, displasias esqueléticas e síndromes genéticas, como a síndrome de Down.

O Blood Screen é a combinação da avaliação fetal com a medida da Translucência Nucal (TN) e outros marcadores ultrassonográficos. O exame analisa também a dosagem bioquímica no sangue materno de Beta-HCG e PAPP-A. Este protocolo identifica cerca de 95% das gestações acometidas pela Síndrome de Down.

Não perca tempo, a saúde do seu bebê é muito importante! Fale com o seu médico sobre o Blood Screen e tire todas as suas dúvidas.

A Origem dos Nomes

Graziela
Origem: Italiano 
Significado: Graça
 
Hebe
Origem: Grego
Significado: Juventude, mocidade
 
Zara
Origem: Árabe 
Significado: Florida, coberta de flores

Daniel
Origem: Hebraico
Significado: Deus é meu juiz
 
Humberto
Origem: Teutônico
Significado: Espírito brilhante
 
Júlio
Origem: Latim 
Significado: Cheio de juventude
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

gravidez e pandemia

Gravidez e infecção por Covid-19

É fundamental conhecermos os riscos e as consequências da infecção pelo Covid-19 sobre o desfecho da gestação, envolvendo inclusive os riscos de internação e mortalidade.