Menu

Qual a dieta ideal no pós-parto?

Dr. Flávio Garcia de Oliveira

A dieta no período pós-parto deve ser praticamente a mesma que a gestante seguiu, saudável e variada, além de fracionada. Deve-se comer boa variedade de frutas e vegetais, cereais e alimentos que sejam fontes de proteínas, o que é essencial para fornecer energia e tornar o leite saudável.

Porém, há algumas diferenças em relação à dieta que se seguiu durante a gestação:

a) A mamãe deve agora comer peixes de água doce ou do mar, ricos em ômega-3, como o salmão e o atum, por exemplo. A tilápia é um peixe cada vez mais comum no Brasil e é muito rico em triptofano, um dos aminoácidos essenciais e um dos precursores da serotonina, que é fundamental no desencadeamento da depressão pós-parto. Cerca de 100 gramas desse peixe fornecem 50% das necessidades de triptofano do organismo.

b) A recém-mamãe deve comer carnes com mais frequência e queijo branco. A coalhada e o leite integral são boas fontes de proteínas, além de serem ricos em triptofano.

c) Para as mais gordinhas, a quantidade de comida consumida pode ser reduzida gradualmente, sempre tendo em mente que estão amamentando.

As recém-mamães sempre perguntam: “Em quanto tempo eu vou voltar ao meu peso normal?”. A resposta depende da dieta e da prática de exercícios físicos da mulher. Muitas voltam rapidamente a seu físico normal após a gestação e outras demoram um pouco mais.
O recém-papai deve ajudar a mamãe a fazer a dieta quando necessário. Porém nunca deve pressioná-la. Deve-se lembrar de que nessa fase a mulher se encontra mais sensível.

Como proceder então?

Se forem adotados os protocolos de dieta a seguir mencionados, a perda de peso após a gestação pode levar menos tempo, sem que se perca a qualidade do leite.

● Uma boa medida que a mulher pode tomar para retornar ao peso que tinha antes da gestação é amamentar. Contudo, essa não deve ser a única, pois para muitas mulheres que estão nessa fase a perda de peso não ocorre. Uma alimentação equilibrada é fundamental.

● As mulheres devem evitar bebidas e alimentos com calorias vazias, como pipoca, biscoitinhos, salgadinhos e alimentos com cores artificiais e conservantes. Por quê? Para obter um descanso do fígado, que assim poderá se concentrar na depuração das sobras da gestação.

● Nas primeiras seis semanas, e enquanto estiver amamentando, a recém-mamãe não deve utilizar medicações que induzam à perda de peso, porque podem passar pelo leite e fazer mal ao bebê.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Causas menos conhecidas da infertilidade

Causas menos conhecidas da infertilidade

Conheça algumas causas menos conhecidas da infertilidade feminina e masculina Quando a infertilidade ocorre, hipóteses sobre as possíveis causas são levantadas pelos médicos para, em

Exercícios Físicos Seguros para Gestantes

Exercícios físicos para gestantes

Algumas dicas sobre exercícios físicos seguros para gestantes Uma rotina equilibrada de exercícios físicos durante a gestação auxilia na prevenção de diabetes e pré-eclâmpsia, além

Diferença entre FIV e ICSI

Diferença entre FIV e ICSI

Conheça, neste artigo, a diferença entre FIV x ICSI As técnicas de reprodução humana assistida são alternativas para casais que apresentam algum problema em engravidar