Menu

Preservação de óvulos: ampliando as possibilidades para a gravidez aos 40

A cada dia que passa aumenta o número de mulheres que decidem adiar o sonho da maternidade. Dentre os motivos mais comuns, destacam-se principalmente a preocupação em consolidar a carreira profissional e também as incertezas em relação à construção de uma família.
Segundo o IBGE, o número de mulheres que engravidaram após os 40 anos, aumentou 27% em 10 anos. Acima de tudo, o grande vilão da maternidade tardia é o envelhecimento. Diferente dos homens, que mantêm a qualidade de seus espermatozoides durante toda a vida, a mulher já nasce com todos os óvulos que vai liberar, e estes envelhecem junto com ela.
A medida que o tempo passa, a capacidade de fertilização diminui consideravelmente. Enquanto mulheres em torno dos 30 anos têm 20% de chance de engravidar, após os 40 este percentual cai para apenas 5%. Além disso, quando a gravidez acontece, as chances de desenvolver alterações genéticas e cromossômicas como, por exemplo, a Síndrome de Down, são mais altas.

Mas, se a medida que os anos passam os óvulos também envelhecem, como garantir que o sonho da maternidade adiado não se torne impossível?

Atualmente, é possível preservar os óvulos da ação do tempo por meio da criopreservação – uma técnica que congela e mantém os gametas em temperaturas extremamente baixas, por tempo indeterminado, para que eles continuem com as mesmas características que tinham quando foram colhidos.
Quando a decisão da gravidez é tomada, é feita a fertilização destes óvulos e a transferência dos embriões resultantes. O acompanhamento médico especializado desta gravidez associado a hábitos saudáveis de vida devem resultar em uma gestação saudável e cada vez mais segura para a mamãe e o para o bebê. As taxas de sucesso deste procedimento são semelhantes às realizadas com óvulos não congelados.
Independente do momento da vida que a mulher escolha para gerar um bebê é muito importante que esta decisão seja tomada de maneira consciente para que ela possa aproveitar ao máximo as delícias da experiência de gerar um bebê e ser mãe.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Novembro Azul

Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da

Tabagismo e Infertilidade

Tabagismo e Infertilidade

Saiba mais sobre a relação entre tabagismo e infertilidade Fumar é um péssimo hábito para a saúde, isso todos sabem. Entretanto, o que muitas pessoas

Cálculo de Ovulação

Técnicas para cálculo de ovulação

Cálculo de ovulação: conheça algumas técnicas para aumentar as chances de engravidar Para a ciência, um casal é considerado infértil quando, depois de um ano