Menu

Outubro Rosa

Hoje começa o Outubro Rosa!

Vocês sabem onde surgiu a ideia dessa celebração? O motivo dela existir?

O ano era 1990 e a Fundação Susan G. Komen for the Cure decidiu organizar, na cidade de Nova Iorque, uma corrida de rua com o intuito de alertar sobre os riscos do câncer de mama e arrecadar fundos para a instituição.

As pessoas que participaram da corrida usaram um laço cor de rosa preso à camiseta na altura do peito. A corrida se consolidou com edições anuais e em 1997 outras cidades dos Estados Unidos já haviam aderido à causa. O tal laço rosa até hoje é o símbolo do movimento e sua cor, inclusive, ajudou a batizar a campanha.

No Brasil o movimento chegou em 2002 pela iniciativa de um grupo organizado de mulheres em conjunto com uma renomada marca de cosméticos. Naquele ano o Obelisco do Ibirapuera, na cidade de São Paulo, ficou iluminado de rosa durante todo o mês de outubro.

Em 2008 aconteceu a adesão das principais cidades do país e, hoje em dia, o Outubro Rosa é celebrado por todo Brasil, em uma luta constante para preservar a vida de milhares de mulheres.

O câncer de mama é o segundo mais comum entre as mulheres brasileiras e o quinto tipo de câncer que mais leva a óbito em todo o mundo. Somente em 2019, foram estimados 59.700 novos casos da doença em território brasileiro, uma taxa de incidência que corresponde a 51,29 casos a cada 100 mil mulheres.

Por esses motivos, as campanhas de conscientização sobre o câncer de mama e o incentivo e facilitação do acesso aos exames diagnósticos são de grande valia no combate da doença. O diagnóstico precoce é fundamental para o aumento das chances de cura. Em alguns casos, a probabilidade de vencer o câncer quando a doença é descoberta nos estágios iniciais pode chegar até 95%.

Reduzir os riscos a partir de práticas saudáveis é outro aspecto que precisa ser levado em consideração quando o assunto é a neoplasia mamária. Exercícios regulares, dieta balanceada, não fumar e não ingerir bebidas alcoólicas são importantes medida preventivas.

O autoexame é uma outra forma de cuidado elementar que envolve o conhecimento do próprio corpo e deve ser feito com frequência , mas é essencial saber que ele, por si só, não basta como método diagnóstico. A mamografia é indispensável para a detecção de nódulos e tumores.

Faça do acompanhamento médico um hábito e não hesite em procurar orientação profissional ao menor sinal de que alguma coisa não vai bem em seu organismo.

Conte com a Clínica FGO quando precisar. Estamos aqui, sempre à disposição para atendê-la.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Cálculo de Ovulação

Técnicas para cálculo de ovulação

Cálculo de ovulação: conheça algumas técnicas para aumentar as chances de engravidar Para a ciência, um casal é considerado infértil quando, depois de um ano

Outubro Rosa

Outubro Rosa

Hoje começa o Outubro Rosa! Vocês sabem onde surgiu a ideia dessa celebração? O motivo dela existir? O ano era 1990 e a Fundação Susan

Miomas Intramurais

Miomas Intramurais

Os miomas intramurais são uma espécie de tumor benigno que se instalam e crescem nas paredes internas do útero. Na maioria dos casos não apresentam