Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da doença.

O câncer de próstata é o mais comum entre os homens brasileiros e uma estimativa do Instituto Nacional do Câncer aponta que a cada 38 minutos um homem perde a vida por causa dessa doença.

A próstata é uma glândula que integra o sistema reprodutor masculino, pesa cerca de 20 gramas e tem o formato semelhante ao de uma castanha ou noz. Localizada abaixo da bexiga e próxima ao reto, tem como principal função produzir esperma.

O câncer de próstata ocorre quando um tumor se desenvolve a partir da multiplicação descontrolada das células glandulares.

Sintomas

No início do desenvolvimento da doença é muito raro que sintomas se manifestem. Por isso a realização de exames de rotina em busca de um diagnóstico precoce é tão importante. Quando o câncer de próstata apresenta sinais, em 95% dos casos, os tumores estão em estágio avançado, o que diminui drasticamente as chances de cura.

Os principais sintomas da fase avançada do câncer de próstata são:

  • dificuldade em urinar
  • dores ósseas
  • insuficiência renal
  • aumento da vontade de urinar
  • sangue na urina ou no sêmen

Fatores de Risco:

Existem alguns fatores e características que representam maiores riscos de desenvolver esse tipo de câncer:

  • histórico familiar da doença em parentes de primeiro grau (pai, irmão ou filho)
  • obesidade
  • etnia (negros têm mais chances de desenvolver câncer de próstata)

Homens que não apresentam nenhum dos sintomas acima citados, mas se encaixam em um desses perfis de risco devem realizar os exames preventivos a partir dos 40 anos. Para os indivíduos que não manifestam sintomas e que não se enquadram nos grupos de risco é recomendado começar a monitorar a próstata aos 50 anos.

Prevenção e Tratamento:

Desenvolver hábitos saudáveis é um grande passo para prevenir muitas doenças, dentre elas o câncer. Procure estabelecer alguns costumes como:

  • a prática regular de atividades físicas
  • monitorar pressão alta, diabetes, obesidade e colesterol
  • não fumar
  • ter uma alimentação saudável

Todavia, mesmo que você tenha bons hábitos cotidianos, a visita ao urologista não deve ser negligenciada e o preconceito ou receio do exame de toque retal devem ser superados em prol da saúde.

É necessário reforçar: é fundamental realizar os exames indicados para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

O exame de sangue é feito para averiguar as taxas de PSA (Antígeno Prostático Específico), um marcador que sofre alterações quando há anormalidades na próstata como: inflamações, infecções, dilatações sem malignidade e o próprio carcinoma.

Entretanto, é pelo toque que o médico pode confirmar as alterações indicadas pelo exame de sangue e afirmar a necessidade da realização de uma biópsia. Um procedimento que consiste em retirar pequenos pedaços da próstata para análise laboratorial a fim de constatar a presença de tumores malignos.

Os tratamentos indicados dependem muito do diagnóstico e prognóstico de cada caso e, por isso, tendem a variar.

Então, já sabem, não deixem para depois os cuidados com a saúde. O diagnóstico precoce é fundamental para maiores chances de cura.

Procure um urologista de confiança e converse com ele. Tire suas dúvidas!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

ovario policistico

Ovários Policísticos (SOMP)

Os ovários policísticos afeta 13% das mulheres em idade reprodutiva SOMP – causa comum de infertilidade Ovários policísticos – SOMP – doença endócrino-metabólica cujas características