Menu

Infertilidade: O Fator Ovariano


Quando a infertilidade ocorre por causa do fator ovariano, as principais causas são: a falta de ovulação (anovulação crônica), onde a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOMP) é o exemplo mais comum; e a menopausa precoce, também denominada de falência ovariana precoce (FOP).
Após a ovulação, os ovários começam a produzir grande quantidade de progesterona. Quando o ciclo é normal, ou seja, quando houve ovulação, o nível deste hormônio chega ao pico sete dias depois.

Seu médico pode querer medir o nível sérico de progesterona nesse período fazendo um exame de sangue, geralmente entre o 19º e o 23º dia do ciclo de 28 dias. Isto seria uma forma de saber se você está ovulando.

Se não estiver ovulando, a mulher pode receber medicamentos que estimulam a ovulação. Cerca de 80% das mulheres que tomam essas substâncias começam a ovular regularmente, e se não houver outro fator envolvido, cerca de metade fica grávida depois da terceira indução. Se os medicamentos orais falharem, podem ser prescritas injeções mais potentes.

Se a quantidade de progesterona produzida pelo ovário for insuficiente e não estiver agindo sobre o endométrio, há um problema chamado de defeito na fase lútea, que pode ser tratado com administração de progesterona via oral ou via vaginal ou indutores de ovulação.

Uma maneira eficaz de acompanhar a ovulação é através de exames seriados de ultra-sonografia transvaginal. Assim, você vai seguir, durante o ciclo, o desenvolvimento do folículo (uma pequena bolha d’água situada no ovário, que contém o óvulo). O exame de ultra-som pode fazer uma previsão, com antecedência de 36 horas, do momento oportuno da ruptura dos folículos e liberação do óvulo para ser fertilizado na tuba.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Diferença entre FIV e ICSI

Diferença entre FIV e ICSI

Conheça, neste artigo, a diferença entre FIV x ICSI As técnicas de reprodução humana assistida são alternativas para casais que apresentam algum problema em engravidar

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

A Síndrome da Hiperestimulação Ovariana (SHO) é o efeito colateral mais comum da estimulação ovariana. Qualquer que seja a técnica de reprodução humana assistida, coito

Novembro Azul

Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da

Tabagismo e Infertilidade

Tabagismo e Infertilidade

Saiba mais sobre a relação entre tabagismo e infertilidade Fumar é um péssimo hábito para a saúde, isso todos sabem. Entretanto, o que muitas pessoas