Menu

Estudo indica que gestantes que ingerem gorduras geram filhos obesos

Um estudo de uma equipe da Rockefeller University , recentemente publicado na revista acadêmica “Journal of Neuroscience”, indica que uma dieta rica em gordura durante a gravidez pode causar mudanças no cérebro do feto e levá-lo ao hábito de comer demais.

Testes realizados em ratos mostraram que os cérebros daqueles que nasciam de mães que tinham uma dieta rica em gordura tinham mais células que produzem proteínas que estimulam o apetite. Estudos anteriores em animais adultos haviam mostrado que quando gorduras conhecidas como triglicerídeos circulam no sangue, elas estimulam a produção de proteínas conhecidas como peptídeos orexígenos, que estimulam o apetite.

“Este trabalho oferece a primeira evidência para um programa fetal que liga níveis altos de gordura circulando no sangue da mãe durante a gravidez ao hábito de comer demais e ao aumento de peso do bebê depois que ele passa a comer alimentos sólidos”, disse a pesquisadora Sarah Leibowitz.

Os pesquisadores acreditam que o cérebro do bebê é programado para que ele sobreviva com a mesma dieta seguida pela mãe, assim como o dos ratos.

A Origem dos Nomes:

Cibele
Origem: Grego
Significado: Grande mãe dos deuses

Ulisses
Origem: Grego
Significado: O irritado

Milena
Origem: Sérvio
Significado: Amável, amorosa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Miomas Intramurais

Os miomas intramurais são uma espécie de tumor benigno que se instalam e crescem nas paredes internas do útero. Na maioria dos casos não apresentam

Leia Mais »

Sinéquias Uterinas

A decisão de ter um filho é muito importante, porém muitas vezes surgem empecilhos na realização desse sonho e alguns casais enfrentam dificuldades para engravidar.

Leia Mais »