Menu

Endometriose – Sintomas

Apesar de variar muito de uma mulher para outra, a endometriose costuma apresentar alguns sintomas. Veja abaixo quais são:

Cólicas menstruais

As cólicas que ocorrem mais tardiamente (após os primeiros anos de menstruação) e aumentam com a idade podem ser sinal de endometriose. As cólicas menstruais são causadas por contrações nos músculos uterinos, estimuladas pelas prostaglandinas secretadas pelo tecido endometrial. Essas contrações favorecem a expulsão do fluxo menstrual. Quando as prostaglandinas são lançadas durante a menstruação diretamente para os ovários ou para outro lugar, as dores podem se tornar mais intensas, pois os tecidos pélvicos são sensíveis ao efeito da prostaglandina.
O grau de dor não indica a severidade da doença. Algumas mulheres têm endometriose grave e não sentem dor, enquanto outras sentem dores muito fortes e têm uma endometriose mínima.

Dor durante as relações sexuais

A endometriose pode causar dores durante a relação sexual, o que é chamado de dispareunia. Os movimentos da penetração podem fazer doer um ovário que esteja cercado com tecido cicatrizado na parte superior da vagina ou um nódulo em um dos ligamentos utero-sacrais, que mantêm o útero no lugar. Ancorados perto da parte superior da vagina, esses ligamentos unem a parte mais baixa do útero e do canal cervical ao sacro, um osso triangular que fica na base da espinha. A dispareunia também pode ser resultado de implantes endometriais sensíveis na base da pelve, perto da parte superior da vagina.

Sangramento anormal

Muitas mulheres com endometriose não têm sangramentos. Mas, em alguns casos, a doença provoca sangramentos vaginais em intervalos irregulares. A endometriose pode ir para o intestino, para a parede da bexiga ou para cicatrizes cirúrgicas. Raramente esses implantes podem lançar sangue para a bexiga ou para o intestino durante o ciclo menstrual.

Infertilidade

Em alguns casos, a infertilidade é um dos sintomas da endometriose. Embora algumas mulheres com endometriose sejam capazes de conceber, outras podem tornar-se inférteis devido ao problema isolado ou em conjunto com outros fatores.
A endometriose pode atrapalhar a concepção de várias formas. Quando atinge a pelve, pode inflamar e se espalhar formando aderências. Grupos de tecidos cicatriciais podem envolver os ovários, as tubas uterinas e os intestinos. As aderências podem afetar a liberação de óvulos pelos ovários ou fazer com que as tubas não consigam pegá-los.
Estudos têm mostrado que o risco de aborto é maior em mulheres com endometriose não tratada do que em mulheres sem a doença. O motivo desse risco não é conhecido, mas é possível que algumas substâncias encontradas no fluido abdominal de mulheres com endometriose sejam tóxicas para o embrião. Possíveis mudanças no sistema imunológico também podem ser a causa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Novembro Azul

Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da

Tabagismo e Infertilidade

Tabagismo e Infertilidade

Saiba mais sobre a relação entre tabagismo e infertilidade Fumar é um péssimo hábito para a saúde, isso todos sabem. Entretanto, o que muitas pessoas

Cálculo de Ovulação

Técnicas para cálculo de ovulação

Cálculo de ovulação: conheça algumas técnicas para aumentar as chances de engravidar Para a ciência, um casal é considerado infértil quando, depois de um ano