Menu

Doação de óvulos e espermatozoides para FIV

Dr. Flávio Garcia de Oliveira

Casais em que a mulher não tenha a função ovariana preservada, ou o homem não seja capaz de produzir espermatozoides podem recorrer à doação de óvulos e espermatozoides para engravidar, através da Fertilização In Vitro (FIV). As doadoras de óvulos normalmente são pacientes jovens que estão em tratamento de FIV e passam pelo processo de estimulação para a produção dos óvulos. Com esta estimulação, o organismo produz um número maior de óvulos do que o necessário para o tratamento e os excedentes podem ser doados. Já a doação de espermatozoides é mais simples, pois não envolve procedimentos químicos.

Basta que o homem tenha entre 18 e 45 anos e não tenha doenças infecciosas e nem genéticas. O sêmen é recolhido e catalogado de acordo com as características físicas e sociais do doador para que fique à disposição para doação. No Brasil, o Conselho Federal de Medicina – CFM – por meio da Resolução Nº 1957/2010, proíbe que a doação de óvulos e espermatozoides tenha caráter lucrativo ou comercial. Além disso, não é permitida a doação entre familiares. Os dados dos doadores e receptores devem ser mantidos em sigilo absoluto e a escolha de doadores deve ser feita a partir da análise da semelhança física, imunológica e da máxima compatibilidade entre o doador e o receptor. As clínicas que trabalham com doação de ametas devem manter um registro com todas as características e amostras de material celular do doador. Apenas em caso de extrema necessidade, estes dados são informados somente aos médicos envolvidos, sempre resguardando a identidade civil do doador. Além disso, as clínicas devem manter o registro das gestações, para evitar que um doador tenha produzido mais que duas gestações, de sexos diferentes, numa área de um milhão de habitantes.

O CASAL PRECISA TER TOTAL CONSCIÊNCIA DAS LEIS E DE COMO FUNCIONA TODO O PROCESSO.

O acompanhamento de uma equipe especializada é fundamental, pois a orientação é muito importante neste processo delicado, que envolve sonhos e expectativas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

A Síndrome da Hiperestimulação Ovariana (SHO) é o efeito colateral mais comum da estimulação ovariana. Qualquer que seja a técnica de reprodução humana assistida, coito

Novembro Azul

Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da

Tabagismo e Infertilidade

Tabagismo e Infertilidade

Saiba mais sobre a relação entre tabagismo e infertilidade Fumar é um péssimo hábito para a saúde, isso todos sabem. Entretanto, o que muitas pessoas

Cálculo de Ovulação

Técnicas para cálculo de ovulação

Cálculo de ovulação: conheça algumas técnicas para aumentar as chances de engravidar Para a ciência, um casal é considerado infértil quando, depois de um ano