Casal com HIV pode ter filhos?

Nem todo soropositivo desenvolve a AIDS. Mas, isto não extingui a necessidade de cuidados, já que, além do controle da carga viral, ainda é necessário garantir que o vírus não será passado para outras pessoas. Além das relações desprotegidas e do compartilhamento de seringas, a transmissão pode acontecer na gravidez e na amamentação. Por isso, muitos casais portadores de HIV se perguntam se podem ter filhos biológicos.

Desde que esteja com carga viral negativa, casais soropositivos podem ter filhos. Quem explica é o ginecologista e obstetra Flávio Garcia de Oliveira, especialista em reprodução humana. “Em uma gravidez planejada, o casal deve realizar os exames necessários e, em caso de resultado com carga viral negativa, podemos, junto com o infectologista, estudar os métodos possíveis”, esclarece.

Casal com HIV pode transar sem camisinha?

As relações sexuais de casais portadores do HIV devem ser sempre protegidas. Mesmo com os dois contaminados, os vírus podem sofrer mutações ou estarem com cargas diferentes em cada um dos organismos. “Casais soropositivos devem manter a prática do sexo seguro, com a camisinha, por toda a vida”, reforça o especialista.

Portanto, a gravidez de casais soropositivos deve ser alcançada através de técnicas de reprodução assistida.

“A primeira delas e mais eficiente é a fertilização in vitro. A gente lava o esperma do pai e junta com o óvulo da mãe. Depois de fecundado a gente introduz o embrião no útero” explica o médico.

Segundo Flávio, o outro método, chamado de inseminação intrauterina, consiste em fazer a lavagem do sêmen do parceiro e introduzir no corpo da parceira durante o período fértil.

Bebê pode nascer com HIV? 

Além dos cuidados com a reprodução, é essencial que, durante parto e gestação, família e equipe médica estejam atentas ao caso. Além de evitar o contato do bebê com o sangue da mãe durante o nascimento, também é recomendado que a amamentação seja suspensa, pois o vírus é transmitido pelo leite materno.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos – vitrificação de oócitos e preservação da fertilidade por razões médicas diferentes do câncer Endometriose e congelamento de óvulos –

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos e a preservação da fertilidade por razões médicas e não médicas – uma série de 4 posts Siga os nossos próximos

COVID-19-e-a-Medicina-Reprodutiva

COVID-19 e a Medicina Reprodutiva

Covid-19 e a Medicina Reprodutiva – entenda os riscos de engravidar na pandemia A COVID-19 e a medicina reprodutiva nos posiciona a resumir os principais

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana que são importantes marcadores do número de óvulos nos ovários Os 2 testes da reserva ovariana mais realizados atualmente são: