Menu

Técnicas para cálculo de ovulação

Cálculo de ovulação: conheça algumas técnicas para aumentar as chances de engravidar

Para a ciência, um casal é considerado infértil quando, depois de um ano de tentativas sem uso de método contraceptivo algum, não acontece a gravidez.

Vale ressaltar que esses parâmetros são válidos para casais que tenham até 35 anos. Mulheres acima dessa idade não devem esperar mais do que 6 meses para procurar ajuda profissional.

Durante esse período de tentativas, existem duas maneiras mais comuns utilizadas para calcular uma estimativa do dia em que a ovulação irá ocorrer. Medir a temperatura corporal basal ou o coito programado.

A mulher ovula, na maioria das vezes, no meio do ciclo menstrual, que se dá entre o primeiro dia de uma menstruação e o primeiro dia da próxima.

O casal que deseja engravidar precisa estar atento aos dias que antecedem uma ovulação. É muito importante que ocorram relações sexuais 6 dias antes da liberação do óvulo pelos ovários, com foco especial nos 3 dias finais dessa série.

Como saber quando irei ovular?

Para estimar o período da ovulação medindo a temperatura do corpo, é essencial que a mulher tenha períodos menstruais regulares e bem definidos.

A medição da temperatura corporal basal deve ser diária e feita em repouso. O mais indicado é que a temperatura seja medida ao acordar, antes mesmo de sair da cama.

A diminuição da temperatura do corpo é sinal de que a ovulação está próxima. Já o aumento de 0,5 ºC ou mais, pode significar que a liberação do óvulo acabou de ocorrer.

Entretanto, apesar de simples, esse método não é muito preciso.

Por sua vez, o coito programado é uma técnica também de baixa complexidade, todavia mais confiável.

Nesse método de cálculo de ovulação, o ciclo menstrual da mulher é acompanhado com auxílio de ultrassonografias transvaginais realizadas em intervalos de 2 a 3 dias.

Dessa forma, é possível ao casal saber qual é o melhor momento para ter relações sexuais em que as condições sejam as mais próximas das ideais para que o espermatozoide encontre o óvulo.

O coito programado pode ser realizado com o acompanhamento do ciclo menstrual natural da mulher ou pode incluir o uso de medicamentos para indução ou sincronização da liberação do óvulo.

Tais medicamentos são administrados via oral ou através de injeções. As dosagens apropriadas são definidas pelo médico e dependem de critérios particulares como a idade da paciente, seu peso e altura, entre outros.

O tratamento tem início no segundo ou terceiro dia do ciclo menstrual e dura em média 15 dias, até a data ideal para acontecer a relação sexual. 15 dias depois um teste de gravidez é realizado para saber se o tratamento teve êxito. Caso o resultado seja negativo é possível iniciar outro tratamento no próximo ciclo menstrual.

Em caso de qualquer dúvida sobre a ovulação e o período fértil, entre em contato com seu médico de confiança.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

A Síndrome da Hiperestimulação Ovariana (SHO) é o efeito colateral mais comum da estimulação ovariana. Qualquer que seja a técnica de reprodução humana assistida, coito

Novembro Azul

Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da

Tabagismo e Infertilidade

Tabagismo e Infertilidade

Saiba mais sobre a relação entre tabagismo e infertilidade Fumar é um péssimo hábito para a saúde, isso todos sabem. Entretanto, o que muitas pessoas

Cálculo de Ovulação

Técnicas para cálculo de ovulação

Cálculo de ovulação: conheça algumas técnicas para aumentar as chances de engravidar Para a ciência, um casal é considerado infértil quando, depois de um ano