Menu

Alimentação Saudável

Vamos conversar um pouco sobre alimentação saudável?

Olá! Esta é a primeira edição do boletim informativo “Bebê a bordo”. Você vai receber edições quinzenais no seu e-mail ou pode retirar o seu exemplar na clínica.
Durante os nove meses de gestação, nós vamos estar muito próximos. Surgirão muitas dúvidas, alegrias, incertezas e também muito aprendizado nesta fase. Eu espero poder complementar o nosso contato com este boletim, dividindo com você meus conhecimentos profissionais e pessoais. Espero ajudar tanto você, futura mamãe, como também o futuro papai, pois todas as minhas publicações (boletins, livros e site) são dirigidas para o ‘casal grávido’.
Boa leitura!
Dr. Flavio Garcia de Oliveira


Alimentação saudável
Um prato cheio para a mamãe e para o bebê

Desde o início da gestação, a alimentação é um dos fatores mais importantes para o bom desenvolvimento do bebê e para a saúde da mãe.
A nutrição inadequada da gestante pode trazer problemas tanto para a mãe (obesidade, anemia, hipertensão e diabetes gestacional) quanto para o feto (baixo peso, malformações).
Ao contrário do que muitos dizem você não deve comer por dois. Embora a fome aumente muito, sua alimentação tem a finalidade de mantê-la saudável, formar o bebê e armazenar nutrientes para a amamentação. Assim, a mudança deve ocorrer na qualidade e não na quantidade dos alimentos.
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, espera-se que na gravidez você ganhe de 9 a 12 quilos. Quando a mãe ganha muito peso, não quer dizer que o bebê também esteja ganhando, e ainda há riscos para a saúde dos dois.


ATENÇÃO!

Nos primeiros 3 meses, você deve manter uma dieta normal, sem restrições calóricas, mas sem excessos. Se sentir enjoo, você pode amenizá-lo fazendo mais refeições ao dia, evitando o jejum prolongado e consumindo alimentos que não sejam muito ácidos ou gordurosos. Fazer mais refeições ao dia, não significa comer mais. Significa comer mais vezes em quantidades menores.
A alimentação deve ser balanceada e deve-se aumentar apenas 300 calorias a partir do 4º mês. As proteínas, encontradas na carne vermelha ou no peixe, por exemplo, são importantes para a formação do bebê. Já os carboidratos, presentes nos cereais e nas massas, são fontes de energia para a mãe e para a criança. A ingestão de gorduras, embora necessária, deve ser pequena. A ingestão de, no mínimo, uma fruta fonte de vitamina C por dia também é recomendada. Beber pelo menos dois litros de líquido por dia é outro ponto fundamental. No entanto, mesmo tendo uma boa dieta alimentar, poderá ser necessário o uso de suplementos vitamínicos e alimentares.
A avaliação nutricional, assim como os exames de pré-natal, é de máxima importância para uma gestação saudável e segura, e deve ser realizada logo no início da gestação por um médico ou nutricionista. A clínica FGO oferece acompanhamento nutricional para ajudar você a ter uma gestação saudável.

Falando nisso…

Quando bater aquela fome… aí vai uma receita nutritiva, deliciosa e de fácil preparo.

Sanduíche vegetariano
Calorias: 112 por unidade
Proteínas: 6 g
Carboidratos: 19 g
Gorduras totais: 4 g
Fibras: 5 g

Ingredientes
1 cenoura grande
2 colheres (sopa) de queijo cottage
1 colher (chá) de mostarda amarela
2 mini baguetes sem miolo
1 xícara (chá) de folhas de agrião
1 pimentão vermelho cortado em tiras
Orégano a gosto

Modo de preparo

Cozinhe a cenoura em um pouco de água. Bata no processador com o queijo cottage e a mostarda para formar uma pasta (se necessário, acrescente um pouco da água do cozimento). Corte as baguetes ao meio no sentido do comprimento e retire o miolo para formar 4 barquinhas. Forre-as com o agrião e coloque um pouco da pasta de cenoura sobre ele. Refogue o pimentão no azeite por 5 minutos, retire e tempere com orégano. Sirva sobre a pasta de cenoura.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Você pode se interessar:

Diferença entre FIV e ICSI

Diferença entre FIV e ICSI

Conheça, neste artigo, a diferença entre FIV x ICSI As técnicas de reprodução humana assistida são alternativas para casais que apresentam algum problema em engravidar

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

Síndrome da Hiperestimulação Ovariana

A Síndrome da Hiperestimulação Ovariana (SHO) é o efeito colateral mais comum da estimulação ovariana. Qualquer que seja a técnica de reprodução humana assistida, coito

Novembro Azul

Novembro Azul

Começou o Novembro Azul, um movimento internacional para sensibilizar a população sobre os perigos do câncer de próstata e estimular a prevenção e diagnóstico da

Tabagismo e Infertilidade

Tabagismo e Infertilidade

Saiba mais sobre a relação entre tabagismo e infertilidade Fumar é um péssimo hábito para a saúde, isso todos sabem. Entretanto, o que muitas pessoas