Menu

Alimentação Saudável

Editorial

Olá! Esta é a primeira edição do boletim informativo “Bebê a bordo”. Você vai receber edições quinzenais no seu e-mail ou pode retirar o seu exemplar na clínica.
Durante os nove meses de gestação, nós vamos estar muito próximos. Surgirão muitas dúvidas, alegrias, incertezas e também muito aprendizado nesta fase. Eu espero poder complementar o nosso contato com este boletim, dividindo com você meus conhecimentos profissionais e pessoais. Espero ajudar tanto você, futura mamãe, como também o futuro papai, pois todas as minhas publicações (boletins, livros e site) são dirigidas para o ‘casal grávido’.
Boa leitura!
Dr. Flavio Garcia de Oliveira


Alimentação saudável
Um prato cheio para a mamãe e para o bebê

Desde o início da gestação, a alimentação é um dos fatores mais importantes para o bom desenvolvimento do bebê e para a saúde da mãe.
A nutrição inadequada da gestante pode trazer problemas tanto para a mãe (obesidade, anemia, hipertensão e diabetes gestacional) quanto para o feto (baixo peso, malformações).
Ao contrário do que muitos dizem você não deve comer por dois. Embora a fome aumente muito, sua alimentação tem a finalidade de mantê-la saudável, formar o bebê e armazenar nutrientes para a amamentação. Assim, a mudança deve ocorrer na qualidade e não na quantidade dos alimentos.
De acordo com a Organização Mundial da Saúde, espera-se que na gravidez você ganhe de 9 a 12 quilos. Quando a mãe ganha muito peso, não quer dizer que o bebê também esteja ganhando, e ainda há riscos para a saúde dos dois.


ATENÇÃO!


Nos primeiros 3 meses, você deve manter uma dieta normal, sem restrições calóricas, mas sem excessos. Se sentir enjôo, você pode amenizá-lo fazendo mais refeições ao dia, evitando o jejum prolongado e consumindo alimentos que não sejam muito ácidos ou gordurosos. Fazer mais refeições ao dia, não significa comer mais. Significa comer mais vezes em quantidades menores.
A alimentação deve ser balanceada e deve-se aumentar apenas 300 calorias a partir do 4º mês. As proteínas, encontradas na carne vermelha ou no peixe, por exemplo, são importantes para a formação do bebê. Já os carboidratos, presentes nos cereais e nas massas, são fontes de energia para a mãe e para a criança. A ingestão de gorduras, embora necessária, deve ser pequena. A ingestão de, no mínimo, uma fruta fonte de vitamina C por dia também é recomendada. Beber pelo menos dois litros de líquido por dia é outro ponto fundamental. No entanto, mesmo tendo uma boa dieta alimentar, poderá ser necessário o uso de suplementos vitamínicos e alimentares.
A avaliação nutricional, assim como os exames de pré-natal, é de máxima importância para uma gestação saudável e segura, e deve ser realizada logo no início da gestação por um médico ou nutricionista. A clínica FGO oferece acompanhamento nutricional para ajudar você a ter uma gestação saudável.

Falando nisso…

Quando bater aquela fome… aí vai uma receita nutritiva, deliciosa e de fácil preparo.

Sanduíche vegetariano
Calorias: 112 por unidade
Proteínas: 6 g
Carboidratos: 19 g
Gorduras totais: 4 g
Fibras: 5 g

Ingredientes
1 cenoura grande
2 colheres (sopa) de queijo cottage
1 colher (chá) de mostarda amarela
2 mini baguetes sem miolo
1 xícara (chá) de folhas de agrião
1 pimentão vermelho cortado em tiras
Orégano a gosto

Modo de preparo

Cozinhe a cenoura em um pouco de água. Bata no processador com o queijo cottage e a mostarda para formar uma pasta (se necessário, acrescente um pouco da água do cozimento). Corte as baguetes ao meio no sentido do comprimento e retire o miolo para formar 4 barquinhas. Forre-as com o agrião e coloque um pouco da pasta de cenoura sobre ele. Refogue o pimentão no azeite por 5 minutos, retire e tempere com orégano. Sirva sobre a pasta de cenoura.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Faça sua Avaliação Gratuita

Nosso projeto consiste em fazer o primeiro atendimento sem nenhum custo em nossa clínica, onde você faz o agendamento, aguarda o contato de nossa equipe e vem preparada com todos os exames que já realizou para que o médico faça a avaliação do seu caso e escolha o melhor caminho a seguir.
Ovodoação. Como funciona?

Ovodoação. Como funciona?

Dr. Flávio Garcia de Oliveira No Brasil, esse procedimento não possui fins comerciais ou lucrativos, a doadora é anônima, a aparência da doadora e da

Leia Mais »