Adoçantes podem causar infertilidade feminina

Pesquisa investiga a relação entre adoçantes e infertilidade

Artigo publicado na revista Reproductive Biomedicine Online, demonstrou que a ingestão diária do equivalente a uma lata de refrigerante zero ou light, ou de uma xícara de 240 ml de café adoçado de forma artificial, pode reduzir em até 30% as chances de sucesso em um ciclo de técnicas de reprodução assistida.

A pesquisa, realizada por cientistas brasileiros, aponta que o consumo frequente de adoçantes artificiais é prejudicial para a qualidade dos óvulos e também afeta negativamente as chances de implantação do embrião no útero.

O estudo levou em consideração apenas o efeito dos adoçantes nas mulheres em processo de reprodução assistida. 5.548 óvulos de 524 pacientes com idade média de 36 anos foram analisados.

A principal suspeita é a de que o consumo de adoçantes possa induzir a liberação de citocina, uma substância de efeito nocivo ao processo de formação dos óvulos e para a saúde geral do útero.

Os estudos ainda não são totalmente conclusivos, mas as observações precisam ser levadas em consideração, afinal, a possibilidade de adoçantes prejudicarem a fertilidade feminina é real.

Em outra pesquisa, feita com mais de 59 mil mulheres e conduzida por cientistas dinamarqueses do Instituto Staters Serum, já havia sido descoberta a relação entre o consumo de adoçantes e o aumento do risco de parto prematuro. A taxa de casos chegou a 38%.

Tais aspectos reforçam as costumeiras indicações médicas sobre a importância de uma alimentação saudável e equilibrada para a saúde reprodutiva feminina, aliada às atividades físicas regulares e demais hábitos salutares.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos – vitrificação de oócitos e preservação da fertilidade por razões médicas diferentes do câncer Endometriose e congelamento de óvulos –

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos e a preservação da fertilidade por razões médicas e não médicas – uma série de 4 posts Siga os nossos próximos

COVID-19-e-a-Medicina-Reprodutiva

COVID-19 e a Medicina Reprodutiva

Covid-19 e a Medicina Reprodutiva – entenda os riscos de engravidar na pandemia A COVID-19 e a medicina reprodutiva nos posiciona a resumir os principais

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana que são importantes marcadores do número de óvulos nos ovários Os 2 testes da reserva ovariana mais realizados atualmente são: