A vida moderna e o congelamento de óvulos

Dr. Flávio Garcia de Oliveira

Tempos atrás, enquanto ainda eram bem jovens, as mulheres se casavam, engravidavam e passavam a vida se dedicando à família e aos afazeres domésticos.

Mas o comportamento da sociedade moderna mudou muito nos últimos tempos. São cada vez mais frequentes os casos de mulheres que têm seu foco na carreira profissional e que acabam optando por postergar o sonho da maternidade em virtude disso. Hoje as mulheres estão muito mais inseridas no mercado de trabalho lutando e conquistando posições cada vez de maior destaque, mas que requerem que elas se doam cada vez mais.

Essas mulheres, cientes de que a idade é um fator que pode aumentar muito as taxas de insucesso para a sonhada gravidez estão começando a utilizar as modernas técnicas de congelamento de óvulos para mantê-los jovens, permitindo que possam ser utilizados no futuro.

A técnica de congelamento, também conhecida como criopreservação de gametas, consiste basicamente na hiperestimulação ovariana, seguida da aspiração dos óvulos, que são congelados em nitrogênio líquido em temperaturas extremamente baixas e armazenados em clínicas especializadas durante anos, para que possam ser descongelados e fertilizados.

Mas não é só por causa da carreira que cada vez mais mulheres decidem congelar seus óvulos e adiar a gravidez. Muitas mulheres chegam por volta dos 35 anos sem ter encontrado o companheiro ideal, com quem desejam construir sua família. Além disso, algumas mulheres que não encontram um bom parceiro, decidem optar pela produção independente, sem que a presença do pai faça parte da relação com o bebê. Neste caso, do ponto de vista legal, a fertilização só pode acontecer se a mulher optar por fertilizar seus óvulos com espermatozoides de doadores anônimos.

Diante de todas as alterações de comportamento que estamos testemunhando com a vida moderna, o que realmente importa é que hoje as mulheres já podem se planejar e escolher o melhor momento de suas vidas para realizar o sonho da maternidade.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos – vitrificação de oócitos e preservação da fertilidade por razões médicas diferentes do câncer Endometriose e congelamento de óvulos –

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos e a preservação da fertilidade por razões médicas e não médicas – uma série de 4 posts Siga os nossos próximos

COVID-19-e-a-Medicina-Reprodutiva

COVID-19 e a Medicina Reprodutiva

Covid-19 e a Medicina Reprodutiva – entenda os riscos de engravidar na pandemia A COVID-19 e a medicina reprodutiva nos posiciona a resumir os principais

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana que são importantes marcadores do número de óvulos nos ovários Os 2 testes da reserva ovariana mais realizados atualmente são: