A beleza da gestação – cabelo da mamãe!

Aprenda um pouco sobre a relação entre gestação e cabelos

Durante o período da gestação, a defesa da mulher cai muito, mas ao contrário do que muitas mamães pensam, a enxurrada de hormônios femininos faz com que os cabelos praticamente não caiam durante a gestação.

As alterações hormonais durante a gravidez e a amamentação podem levar muitas mulheres a experimentar mudanças nos cabelos, que podem ficar mais ou menos oleosos, por exemplo. Mudanças na estrutura são comuns. Geralmente os cacheados tendem a ficar mais lisos e os lisos ficam mais finos, o que tende a permanecer mesmo depois do período de gestação, por causa da grande alteração hormonal e metabólica.

É muito importante evitar tinturas, permanentes e relaxamentos principalmente nos três primeiros meses da gestação, pois estes produtos podem conter amônia ou outras substâncias que, em contato com o couro cabeludo materno, são transportadas pela circulação sanguínea e podem causar malformação fetal e até aborto.

Existem alguns truques interessantes para as futuras mamães que não abrem mão da vaidade:

1. Troque o xampu e o condicionador se o cabelo estiver muito seco ou com oleosidade em excesso;

2. Luzes, balaiages e reflexos, feitos com a técnica da touca, que cobre toda a cabeça, deixando a raiz livre do contato com o produto são uma ótima opção, pois a mistura não entra em contato direto com a pele;

3. Os xampus tonalizantes estão liberados, desde que não contenham amônia na composição. Por isso, fique de olho nas instruções da embalagem;

4. Tinturas naturais, como a hena, são a melhor opção, mas sempre com o cuidado de fazer um teste para saber se você não tem sensibilidade ao produto.

Após o parto, o organismo começa a retornar lentamente à normalidade.

Alguns meses após o nascimento do bebê ocorre o chamado eflúvio telógeno agudo, que é quando o cabelo começa a cair muito. É como se todos os fios que deveriam ter caído durante os nove meses fossem para o ralo de uma só vez.
Não se preocupe, pois esta condição normalmente é temporária, mas caso a situação não se estabilize, consulte seu médico ou dermatologista para avaliar as causas da queda e tratá-la.

A Origem do Nome:

Érica
Origem: Antigo Norueguês 
Significado: Poderosa como uma águia
 
Larissa
Origem: Grego
Significado: Cheia de alegria
 
Thalia
Origem: Grego 
Significado: Botão de flor
Guilherme
Origem: Teutônico
Significado: Protetor
 
Nílton
Origem: Inglês 
Significado: Filho de um novo lugar
 
Ricardo
Origem: Anglo-saxão 
Significado: Senhor poderoso
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

Causas menos conhecidas da infertilidade

Causas menos conhecidas da infertilidade

Conheça algumas causas menos conhecidas da infertilidade feminina e masculina Quando a infertilidade ocorre, hipóteses sobre as possíveis causas são levantadas pelos médicos para, em

Exercícios Físicos Seguros para Gestantes

Exercícios físicos para gestantes

Algumas dicas sobre exercícios físicos seguros para gestantes Uma rotina equilibrada de exercícios físicos durante a gestação auxilia na prevenção de diabetes e pré-eclâmpsia, além