A beleza da gestação – cabelo da mamãe!

Aprenda um pouco sobre a relação entre gestação e cabelos

Durante o período da gestação, a defesa da mulher cai muito, mas ao contrário do que muitas mamães pensam, a enxurrada de hormônios femininos faz com que os cabelos praticamente não caiam durante a gestação.

As alterações hormonais durante a gravidez e a amamentação podem levar muitas mulheres a experimentar mudanças nos cabelos, que podem ficar mais ou menos oleosos, por exemplo. Mudanças na estrutura são comuns. Geralmente os cacheados tendem a ficar mais lisos e os lisos ficam mais finos, o que tende a permanecer mesmo depois do período de gestação, por causa da grande alteração hormonal e metabólica.

É muito importante evitar tinturas, permanentes e relaxamentos principalmente nos três primeiros meses da gestação, pois estes produtos podem conter amônia ou outras substâncias que, em contato com o couro cabeludo materno, são transportadas pela circulação sanguínea e podem causar malformação fetal e até aborto.

Existem alguns truques interessantes para as futuras mamães que não abrem mão da vaidade:

1. Troque o xampu e o condicionador se o cabelo estiver muito seco ou com oleosidade em excesso;

2. Luzes, balaiages e reflexos, feitos com a técnica da touca, que cobre toda a cabeça, deixando a raiz livre do contato com o produto são uma ótima opção, pois a mistura não entra em contato direto com a pele;

3. Os xampus tonalizantes estão liberados, desde que não contenham amônia na composição. Por isso, fique de olho nas instruções da embalagem;

4. Tinturas naturais, como a hena, são a melhor opção, mas sempre com o cuidado de fazer um teste para saber se você não tem sensibilidade ao produto.

Após o parto, o organismo começa a retornar lentamente à normalidade.

Alguns meses após o nascimento do bebê ocorre o chamado eflúvio telógeno agudo, que é quando o cabelo começa a cair muito. É como se todos os fios que deveriam ter caído durante os nove meses fossem para o ralo de uma só vez.
Não se preocupe, pois esta condição normalmente é temporária, mas caso a situação não se estabilize, consulte seu médico ou dermatologista para avaliar as causas da queda e tratá-la.

A Origem do Nome:

Érica
Origem: Antigo Norueguês 
Significado: Poderosa como uma águia
 
Larissa
Origem: Grego
Significado: Cheia de alegria
 
Thalia
Origem: Grego 
Significado: Botão de flor
Guilherme
Origem: Teutônico
Significado: Protetor
 
Nílton
Origem: Inglês 
Significado: Filho de um novo lugar
 
Ricardo
Origem: Anglo-saxão 
Significado: Senhor poderoso
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

Coronavírus, gestantes e amamentação

Coronavírus, gestantes e amamentação

Neste artigo explicaremos aspectos relevantes da relação entre o coronavírus e gestantes. Há meses estamos passando por uma experiência diferente, mas não incomum: o surgimento