5 coisas que as mulheres precisam saber sobre infertilidade

A infertilidade assombra muitas pessoas que desejam ter filhos. Estatísticas apontam que 15% da população mundial tenha algum problema de fertilidade.

Especialistas consideram o período de um ano de tentativas constantes tempo suficiente para que alguém consiga engravidar. Passado esse tempo, o indicado é buscar auxílio de um especialista em reprodução humana. Nos casos em que a mulher tenha mais de 35 anos, o ideal é que não espere mais de seis meses para procurar ajuda.

A informação é um ponto chave para que as pessoas compreendam melhor as questões que cercam esse assunto que, muitas vezes, é considerado um tabu principalmente para as mulheres.

Por isso, listamos 5 fatos sobre a infertilidade que valem ser compartilhados.

1. Quando a mulher não consegue engravidar, não quer dizer que o problema de infertilidade seja apenas dela.

Geralmente, um casal divide a “responsabilidade” da infertilidade. Em torno de 35% das vezes o problema está com o homem, e outras 35% com a mulher. Os 30% restantes são referentes à infertilidade sem causa aparente.

Ainda existe a possibilidade, mesmo que rara, do motivo de não ocorrer a gestação não estar relacionado com nenhum dos dois individualmente, e sim um tipo de incompatibilidade do casal. De qualquer forma é fundamental que o casal esteja disposto a encarar juntos a fase de tratamento, apoiando um ao outro.

2. Conheça seu corpo.

Preste atenção no funcionamento do seu organismo e conheça as nuances do seu corpo, pois as chances engravidar vão diminuindo conforme a idade avança.

A probabilidade de uma mulher de vinte e poucos anos engravidar varia entre 20% e 25%, todo mês. Ao completar 30 anos, as chances diminuem para 15% e depois dos 35 anos são de apenas 10%.

Mesmo com essa “corrida” contra o tempo, não há necessidade para se desesperar. Tenha calma, perceba seus ciclos menstruais e fique atenta à ovulação. É nesse período que há maiores chances de engravidar.

3. Praticar sexo com responsabilidade previne alguns problemas de fertilidade.

A obstrução das trompas pode ser causada por endometriose e aderências pós-cirúrgicas. Entretanto, muitas vezes, elas são causadas por infecções pélvicas que podem ser prevenidas com o uso de preservativos. Essa é a maneira mais eficiente de não contrair doenças sexualmente transmissíveis e evitar suas complicações, entre elas a infertilidade.

4. Mulheres com 35 anos ou mais e que estejam tentando engravidar há 6 meses, devem procurar ajuda sem demora.

Reconhecer que está com problema é o primeiro passo. E não é fácil. Ainda mais nesse período da vida que costuma ser bastante atribulado, seja no âmbito profissional ou pessoal. Lembre-se: o melhor é identificar e tratar o problema o mais cedo possível para que as chances de engravidar sejam maiores. A medicina reprodutiva oferece muitas técnicas e recursos para que o sonho de ter um filho possa ser realizado.

5. Mulheres não precisam sofrer em silêncio.

Muitas mulheres desejam ter filhos e não comentam com ninguém sobre as dificuldades que passam durante o processo. Algumas passam anos tentando engravidar e sofrem silenciosamente com a frustração. É imprescindível conversar com amigos, familiares e profissionais da área. Não fique com dúvida. Faça exames, investigue as possíveis causas da infertilidade. Muitas vezes não é necessário fazer um tratamento de alta complexidade para tornar-se mãe.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Você pode se interessar:

Coronavírus, gestantes e amamentação

Coronavírus, gestantes e amamentação

Neste artigo explicaremos aspectos relevantes da relação entre o coronavírus e gestantes. Há meses estamos passando por uma experiência diferente, mas não incomum: o surgimento

Sexo na Gravidez

Sexo na Gravidez

Neste artigo iremos esclarecer as principais dúvidas sobre sexo na gravidez É comum que existam dúvidas sobre a prática de sexo durante a gravidez. Acelera

Pré-Eclâmpsia e Eclâmpsia

Pré-eclâmpsia e Eclâmpsia

Neste artigo falaremos sobre pré-eclâmpsia, eclâmpsia, seus sintomas e possibilidades de tratamento Durante a gravidez a mulher carrega dentro do corpo um ser humano em

Mitos e Verdades Sobre Gestação Gemelar

Gestação Gemelar: Mitos e Verdades

Você verá nesse artigo alguns esclarecimentos sobre gestação gemelar É normal que uma gestação gemelar, seja de univitelinos ou bivitelinos, venha acompanhada de dúvidas e