Criopreservação de óvulos

Os óvulos são facilmente congelados se possuem um núcleo. Estudos usando oócitos humanos em estágio de vesícula germinativa coletados de ciclos estimulados e não estimulados demonstraram que este estágio tem taxas aceitáveis de sobrevivência e maturação depois do descongelamento. A habilidade de congelar oócitos humanos não fertilizados pode ser inestimável em alguns casos. Uma jovem mulher em tratamento de radioterapia ou que tenha que passar por uma perda dos ovários pode ser muito beneficiada. Similarmente, uma mulher velha querendo estocar múltiplos oócitos antes de perder a função ovariana pode ser ajudada por esta tecnologia. Bancos de oócitos doados podem ser criados da mesma forma que os bancos de espermatozóides para atender a população que continua crescendo de mulheres precisando de óvulos doados.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Você pode se interessar:

endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos

Endometriose e congelamento de óvulos – vitrificação de oócitos e preservação da fertilidade por razões médicas diferentes do câncer Endometriose e congelamento de óvulos –

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos

A vitrificação de óvulos e a preservação da fertilidade por razões médicas e não médicas – uma série de 4 posts Siga os nossos próximos

COVID-19-e-a-Medicina-Reprodutiva

COVID-19 e a Medicina Reprodutiva

Covid-19 e a Medicina Reprodutiva – entenda os riscos de engravidar na pandemia A COVID-19 e a medicina reprodutiva nos posiciona a resumir os principais

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana

2 testes da reserva ovariana que são importantes marcadores do número de óvulos nos ovários Os 2 testes da reserva ovariana mais realizados atualmente são: