AGENDE SUA CONSULTA
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
Obstetrícia

Quais os fatores de risco para gestação ectópica pós-FIV?

Os fatores de risco que levam ao desenvolvimento de gestação ectópica pós-FIV são controversos. A presença de doença tubária parece ser o principal fator de risco.

Pensava-se que as técnicas de transferência de embriões poderiam ter influência. Alguns autores relataram aumento nas taxas de gestação ectópica pós-FIV no que diz respeito ao tipo de cateter usado, posição da paciente e volume de líquido injetado junto com os embriões durante o procedimento de transferência. Outros autores não mostraram alteração significativa nos índices de gestação ectópica relacionada a esses fatores.

Duboisson e cols. reportaram que a taxa de gestação ectópica foi significativamente mais alta quando a indicação de FIV foi por fator tubário (11%) em comparação com a indicação de FIV por endometriose leve (2,1%) ou infertilidade sem causa aparente (3,4%). Resultados similares foram encontrados por Zouves e cols. Portanto, a maioria dos estudos são concordantes em que o principal fator de risco associado é também a presença de doença tubária.

Presume-se que durante o procedimento de transferência de embriões alguns dos pré-embriões sejam levados para dentro da tuba. Em tubas normais os pré-embriões retornam para cavidade uterina, simulando a caminhada fisiológica e natural do ovo fertilizado. Este transporte pode ser interrompido quando a tuba é disfuncional e está alterada por doenças, favorecendo a implantação ectópica.

Karande e Muasher (1991) concluíram que pacientes com história anterior de gravidez ectópica, tem maior chance de desenvolver nova gestação desse tipo. Zouves e cols. mostraram que mulheres com cirurgia reconstrutiva tubária anterior têm uma chance maior de desenvolver gestação ectópica pós-FIV.

A transferência de um número maior de embriões também é relatada como fator de risco para desenvolver gravidez heterotópica.

Trabalhos mais recentes mostram não haver relação entre o aparecimento de gestação ectópica pós-FIV e fatores como abortamento anterior, qualidade dos embriões transferidos, número de oócitos aspirados e o tipo de estimulação ovariana.

 

Calculadoras da Fertilidade

Calcule a data provável da sua Ovulação

ciclo regular
ciclo irregular

resultado

resultado

Calcule a data provável do parto do seu bebê

resultado

Verifique se seu peso (durante a gravidez) está na faixa ideal * disponível à partir da 13ª semana de gestação.

exemplo: 1 .70 m
exemplo: 61 .5 kg

resultado

Nossos Livros

Receitas para Grávidas

50 receitas deliciosas especialmente selecionadas, com todos os nutrientes de que a mulher precisa em cada fase da gravidez.

ver

Bebê a Bordo

Uma obra alegre e esclarecedora que acompanha as 40 semanas da gravidez, mostrando as transformações no corpo da mulher e o desenvolvimento do bebê (ou dos bebês, no caso de múltiplos).

ver
Galeria de Imagens

Unidade Jardins
Rua Caçapava, 49 • 12º andar
Jardim Paulista • São Paulo • SP • Brasil
CEP: 01408-010

Fones: +55 (11) 3386-1800

atendimento@clinicafgo.com.br

© COPYRIGHT 2015, FGO Clínica de Fertilidade
SIGA-NOS
Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!