AGENDE SUA CONSULTA
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
Notícias

Repouso após fertilização in vitro

Dr. Flávio Garcia de Oliveira
15/02/2014 15h11

A transferência embrionária é o passo final no processo de fertilização in vitro (FIV). Nesta fase existe uma sensação de dever cumprido, mas também uma enorme ansiedade pois, 12 dias depois será feito o exame de sangue (beta-hcg) para confirmar a sonhada gravidez. 

O Repouso pós-transferência?

O ponto mais polêmico, e que origina a maior parte das dúvidas e angústias é a necessidade de repouso após a transferência embrionária. O problema é que a conduta médica é muito diversificada entre as clínicas. Desde profissionais que orientam nenhum repouso, até aqueles – um exagero – que recomendam repouso absoluto até comprovar a gravidez. É natural que este assunto levante muitas dúvidas e confusões. Por um lado, o repouso é um ato lógico e racional. O raciocínio é de que quanto mais imóvel a paciente ficar, menor o risco dos embriões se mexerem no útero, e maior as chances de implantação. Além disso, o repouso não traz nenhum malefício e não tem nenhum custo. Porém, em se tratando de medicina, nem sempre o que é lógico se mostra clinicamente eficaz. É preciso se embasar em evidências obtidas e validadas através de estudos e pesquisas científicas, submetidos à aprovação de pesquisadores da área por todo o mundo. 

O que é verdade?

Os estudos nos evidenciam que o repouso após a transferência embrionária não traz nenhum efeito benéfico na chance de gravidez. É isto mesmo, o fato de você ficar um, dois ou mais dias de repouso não vai influenciar em nada a possibilidade de engravidar na Fertilização In Vitro (FIV). Apesar deste achado contrariar o senso comum, é o que as evidências científicas provam. Portanto, é importante que esta orientação seja passada de forma transparente às pacientes, para não gerar angústias e stress desnecessários. A FIV pode não ter dado certo por diversos outros fatores, muito mais importantes, e não pelo tempo de repouso.

Orientação Clínica

Entendemos que o repouso seja importante por outros motivos. Por uma lado, traz certo conforto e segurança ao casal, por ter passado por um tratamento psicologicamente desgastante. O fato de ficar de repouso por um a dois dias traz maior tranqüilidade em um momento crucial que é a espera pelo resultado do tratamento.

Outro motivo é físico. A estimulação do ovário causa aumento importante no volume dos ovários, com sensação de “inchaço”. A coleta dos óvulos é um procedimento invasivo, no qual uma agulha perfura os ovários para capturar os óvulos. Portanto, é normal que no dia da transferência (2 a 3 dias após a coleta dos óvulos) e nos dias seguintes, a mulher esteja se sentindo incomodada e com dores no baixo ventre e abdome. Sendo assim, permanecer em repouso no dia seguinte à transferência e praticar atividades físicas leves na sequência também pode lhe trazer conforto físico nesta fase.


Mais Notícias

Mais Resultados

Calculadoras da Fertilidade

Calcule a data provável da sua Ovulação

ciclo regular
ciclo irregular

resultado

resultado

Calcule a data provável do parto do seu bebê

resultado

Verifique se seu peso (durante a gravidez) está na faixa ideal * disponível à partir da 13ª semana de gestação.

exemplo: 1 .70 m
exemplo: 61 .5 kg

resultado

Nossos Livros

Receitas para Grávidas

50 receitas deliciosas especialmente selecionadas, com todos os nutrientes de que a mulher precisa em cada fase da gravidez.

ver

Bebê a Bordo

Uma obra alegre e esclarecedora que acompanha as 40 semanas da gravidez, mostrando as transformações no corpo da mulher e o desenvolvimento do bebê (ou dos bebês, no caso de múltiplos).

ver
Galeria de Imagens

Unidade Jardins
Rua Caçapava, 49 • 12º andar
Jardim Paulista • São Paulo • SP • Brasil
CEP: 01408-010

Fones: +55 (11) 3386-1800

atendimento@clinicafgo.com.br

© COPYRIGHT 2015, FGO Clínica de Fertilidade
SIGA-NOS
Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!