TRATAMENTOS ACESSÍVEIS
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
Notícias

Qual a dieta ideal no pós-parto?

Dr. Flávio Garcia de Oliveira
21/01/2013 12h48

A dieta no período pós-parto deve ser praticamente a mesma que a gestante seguiu, saudável e variada, além de fracionada. Deve-se comer boa variedade de frutas e vegetais, cereais e alimentos que sejam fontes de proteínas, o que é essencial para fornecer energia e tornar o leite saudável.

Porém, há algumas diferenças em relação à dieta que se seguiu durante a gestação:

a) A mamãe deve agora comer peixes de água doce ou do mar, ricos em ômega-3, como o salmão e o atum, por exemplo. A tilápia é um peixe cada vez mais comum no Brasil e é muito rico em triptofano, um dos aminoácidos essenciais e um dos precursores da serotonina, que é fundamental no desencadeamento da depressão pós-parto. Cerca de 100 gramas desse peixe fornecem 50% das necessidades de triptofano do organismo.

b) A recém-mamãe deve comer carnes com mais frequência e queijo branco. A coalhada e o leite integral são boas fontes de proteínas, além de serem ricos em triptofano.

c) Para as mais gordinhas, a quantidade de comida consumida pode ser reduzida gradualmente, sempre tendo em mente que estão amamentando.

As recém-mamães sempre perguntam: “Em quanto tempo eu vou voltar ao meu peso normal?”. A resposta depende da dieta e da prática de exercícios físicos da mulher. Muitas voltam rapidamente a seu físico normal após a gestação e outras demoram um pouco mais.
O recém-papai deve ajudar a mamãe a fazer a dieta quando necessário. Porém nunca deve pressioná-la. Deve-se lembrar de que nessa fase a mulher se encontra mais sensível.

Como proceder então?

Se forem adotados os protocolos de dieta a seguir mencionados, a perda de peso após a gestação pode levar menos tempo, sem que se perca a qualidade do leite.

● Uma boa medida que a mulher pode tomar para retornar ao peso que tinha antes da gestação é amamentar. Contudo, essa não deve ser a única, pois para muitas mulheres que estão nessa fase a perda de peso não ocorre. Uma alimentação equilibrada é fundamental.

● As mulheres devem evitar bebidas e alimentos com calorias vazias, como pipoca, biscoitinhos, salgadinhos e alimentos com cores artificiais e conservantes. Por quê? Para obter um descanso do fígado, que assim poderá se concentrar na depuração das sobras da gestação.

● Nas primeiras seis semanas, e enquanto estiver amamentando, a recém-mamãe não deve utilizar medicações que induzam à perda de peso, porque podem passar pelo leite e fazer mal ao bebê.

Mais Notícias

Mais Resultados

Calculadoras da Fertilidade

Calcule a data provável da sua Ovulação

ciclo regular
ciclo irregular

ver resultado

ver resultado

Calcule a data provável do parto do seu bebê

ver resultado

Verifique se seu peso (durante a gravidez) está na faixa ideal * disponível à partir da 13ª semana de gestação.

exemplo: 1 .70 m
exemplo: 61 .5 kg

ver resultado

Nossos Livros Publicados

Bebê a Bordo

Uma obra alegre e esclarecedora que acompanha as 40 semanas da gravidez, mostrando as transformações no corpo da mulher e o desenvolvimento do bebê (ou dos bebês, no caso de múltiplos).

ver
E depois do parto?

E depois do parto?

O bebê nasceu. E agora? Neste livro, a mulher, em especial, e o também marido, vão ter dicas e orientações de como se portar nessa nova etapa de vida.

ver
Galeria de Imagens

Endereço:
Rua Caçapava, 49 • 12º andar
Jardim Paulista • São Paulo • SP • Brasil
CEP: 01408-010

Fone: +55 (11) 3386-1800

WhatsApp: +55 (11) 97230-1800

atendimento@clinicafgo.com.br

© COPYRIGHT 2015, FGO Clínica de Fertilidade
NOS ACOMPANHE
Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!