TRATAMENTOS ACESSÍVEIS
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
Notícias

Entenda como as células-tronco funcionam em nosso corpo

Dr. Carlos Alexandre Ayoub
04/01/2013 10h09

Quando um espermatozóide penetra no óvulo, iniciando a fecundação, o DNA do pai liga-se ao DNA da mãe, e juntos vão formar uma nova célula (zigoto), que através de suas divisões formará um novo ser humano. Esta primeira célula, é indiferenciada sem qualquer característica tecidual definida, e se chama célula-tronco.

Durante cinco dias, estas células, se dividem apenas em novas células-tronco (em torno de 120 células), e a partir daí, começa uma intensa divisão celular, onde as células-filhas apresentam características definidas e começam a formar os diferentes tecidos (330 tipos) que formam um ser humano.

Portanto a célula-tronco, é chamada também de célula-mãe ou progenitora, pois é dela que derivam os 4 trilhões de células que formam um bebê em seu nascimento.

Este processo, que gera as células especializadas é regulado, em cada caso, pela evolução genética específica da célula-tronco. Por camadas, estas células começam a se dividir e a formar os diferentes tecidos, tais como o coração, os músculos, os ossos, o sangue, os neurônios, porém ainda não se sabe como isso ocorre e que outros fatores estão envolvidos. Compreender e controlar esse processo é um dos grandes desafios da ciência na atualidade, sendo de grande importância, para isso o estudo das células-tronco embrionárias.

No adulto, as células-tronco ficam armazenadas na medula óssea, produzindo sangue. São chamadas de hematopoiéticas. Quando há uma lesão em qualquer órgão, um sinal químico é enviado à medula, que libera células-tronco, na tentativa de corrigir o problema. Na maioria das vezes, isto é positivo. Por vários motivos, (estado de saúde debilitado, doenças, anemia, etc) as vezes estas células não estão disponíveis, ou estão em pequeno número, o que impossibilita a auto-cura. As células-tronco, quando colocadas em contato com uma célula diferenciada (pele, músculo, etc) tanto in vitro como in vivo, se multiplica produzindo células filhas, idênticas ao órgão em questão.

Quando se tem reserva de células-tronco armazenadas em bancos de criogenia, na hipótese de falta destas células no organismo para recuperação de doenças, é substituída pelo transplante, possibilitando assim a recuperação de doenças degenerativas, que até o momento não tem cura.

ES = célula-tronco
A figura mostra as varias maneiras que uma célula-tronco pode dividir-se:
A - Em duas células-tronco
B - Em uma célula-tronco e uma diferenciada
C - Em duas diferenciadas

Mais Notícias

Mais Resultados

Calculadoras da Fertilidade

Calcule a data provável da sua Ovulação

ciclo regular
ciclo irregular

ver resultado

ver resultado

Calcule a data provável do parto do seu bebê

ver resultado

Verifique se seu peso (durante a gravidez) está na faixa ideal * disponível à partir da 13ª semana de gestação.

exemplo: 1 .70 m
exemplo: 61 .5 kg

ver resultado

Nossos Livros Publicados

Bebê a Bordo

Uma obra alegre e esclarecedora que acompanha as 40 semanas da gravidez, mostrando as transformações no corpo da mulher e o desenvolvimento do bebê (ou dos bebês, no caso de múltiplos).

ver
E depois do parto?

E depois do parto?

O bebê nasceu. E agora? Neste livro, a mulher, em especial, e o também marido, vão ter dicas e orientações de como se portar nessa nova etapa de vida.

ver
Galeria de Imagens

Endereço:
Rua Caçapava, 49 • 12º andar
Jardim Paulista • São Paulo • SP • Brasil
CEP: 01408-010

Fone: +55 (11) 3386-1800

WhatsApp: +55 (11) 97230-1800

atendimento@clinicafgo.com.br

© COPYRIGHT 2015, FGO Clínica de Fertilidade
NOS ACOMPANHE
Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!