Dr. Flávio Garcia de Oliveira é fonte na Crescer online

Como amamentar gêmeos? O Livro "E depois do parto?", de Flávio Garcia de Oliveira, é fonte na matéria sobre amamentação.

Dr. Flávio Garcia de Oliveira

Vida de mãe de gêmeos não é exatamente uma tranquilidade. São choros em dobro, cólicas em dobro, roupas para lavar em dobro... Tudo é compensado pelo amor em dobro que você recebe... Mas vamos combinar que, de vez em quando, bate um desespero: "Será que vou dar conta?"

Com a amamentação não é diferente. A gente sabe que não é fácil, mas nunca é demais reforçar que o principal para dar tudo certo é manter a calma. Abaixo, você encontra respostas para as dúvidas mais comuns e sugestões que podem ajudá-la a manter o aleitamento materno por mais tempo.

Terei leite suficiente?
A produção de leite depende de estímulo. Quanto mais você amamenta, mais leite seu organismo produz. É um ciclo virtuoso. O que pode acontecer é o bebê não sugar adequadamente, o que irá machucar seus mamilos e não estimular adequadamente a produção de leite materno. Por isso, é importante ter o acompanhamento de médicos e enfermeiros na maternidade e fazer as consultas regulares com o pediatra. Para que seu corpo funcione bem, também é fundamental beber bastante água, manter uma alimentação balanceada e descansar um pouquinho quando seus bebês permitirem.

Como amamento os gêmeos?
É importante que a mulher deixe o bebê esvaziar uma de suas mamas – ou seja, nada de alternar o peito na mesma mamada. Isso porque o leite tem várias fases e a última parte, que “desce” após cerca de 15 minutos, é a que tem maior teor de gordura e dá a sensação de saciedade à criança. Os dois bebês precisam receber esse leite. Porém, na mamada seguinte, a mãe deve inverter os lados – o filho que mamou no peito esquerdo mama no direito e vice-versa. Esse rodízio é importante para a criança fortificar os músculos dos dois lados da face.

Pode ser que um dos bebês tenha mais facilidade que o outro?
Sim. Cada bebê tem uma característica, um peso e um tamanho de boca. Além disso, nem sempre eles pegam o peito corretamente de primeira. Por isso, é importante que a mulher tenha acompanhamento de um profissional que entenda sobre amamentação e possa orientá-la, seja no hospital ou nos bancos de leite. É possível ensinar aos recém-nascidos como sugar corretamente. Lembre-se de que a pega errada de um pode machucar o mamilo e prejudicar a amamentação do outro, além de deixar a mulher com dor. Não tenha medo de procurar ajuda se estiver com dificuldade.

Posso amamentar os dois ao mesmo tempo?
Sim, desde que a mulher tenha ajuda para posicionar os dois bebês na mama e esteja em uma poltrona confortável, para não sobrecarregar a coluna.

Posso estabelecer uma rotina para que os dois mamem em seguida e eu possa descansar melhor?
O mais recomendável é que os bebês sejam amamentados sob livre demanda, ou seja, na hora em que estiverem com fome, mas é possível otimizar as mamadas. Se um deles chora, amamente e depois ofereça o peito para o irmão. Tente amamentar os dois mais ou menos no mesmo horário. Isso pode, aos poucos, criar uma rotina.

E se meus filhos nascerem prematuros?
Bebês muito prematuros podem ter dificuldade para mamar no peito. Se esse for o seu caso, a opção é tirar o leite para eles, fazendo a ordenha da forma que se sentir melhor. Quem vai dizer se os seus filhos precisam de  fórmula é o pediatra. Caso ele dê essa sugestão, não se desespere. Você pode tentar dar a fórmula como complemento sem suspender o aleitamento.

O que toda mulher que amamenta mais de um bebê precisa ter...

Apoio
É importante ter uma pessoa que possa auxiliar a mãe a cuidar dos dois bebês. A amamentação só ela consegue prover, mas ajudar a dar banho, trocar fralda e cuidar da casa pode ser feito por terceiros. O apoio do pai é fundamental, mas avó, sogra, irmã ou alguém que esteja ao lado da mãe no dia a dia também valem muito.

Tranquilidade
A mulher deve ter certeza de que pode produzir quantidade adequada de leite para sustentar seus filhos. As mães menos ansiosas geralmente têm mais sucesso na amamentação.

Cuidado com os seios
Verificar se a pega dos bebês está correta é o primeiro passo. Tomar banhos de sol no seios e lubrificar os mamilos com leite para prevenir machucados são hábitos que a mãe deve manter.

Alimentação adequada 
Coma quando tiver fome. Não restrinja sua ingestão alimentar severamente, com a intenção de perder peso rápido. Ao amamentar gêmeos, o ideal é que a mulher se alimente de seis a oito vezes por dia. Leite, sucos e vitaminas de fruta ajudam a ingerir as proteínas e calorias necessárias. Beba muita água. Faça um acompanhamento com seu médico para saber se há necessidade de ingerir vitaminas para repor algum nutriente.

Fontes: Ana Cristina Abrão, professora da Unifesp e coordenadora do Centro de Incentivo e Apoio ao Aleitamneto Materno (CIAAM - Unifesp); E depois do parto?, de Flávio Garcia de Oliveira, obstetra e ginecologista

Alerta
Ok
Carregando
Erro

Não foi possível ler a página!